Por que o Hospital Luxemburgo

Inaugurado em 1986, o Luxemburgo é uma das unidades do Instituto Mário Penna e atende pacientes de convênios, particulares e do SUS. Em 2016 realizou mais de 1 milhão de procedimentos, nas mais diversas especialidades.

Mas, além do cuidado ao próximo, o hospital oferece infraestrutura de ponta para receber pacientes e acompanhantes: são 258 leitos, CTI, Unidade de Transplante de Medula Óssea, Unidade Coronariana Intensiva, Centro Cirúrgico, Serviços de Diagnóstico, um completo setor de Hemodinâmica, Medicina Nuclear, Central de Endoscopia, Laboratório de Anatomia Patologia Clínica Patológica, Pronto Atendimento 24 horas, Consultórios e Serviços de Quimioterapia e Radioterapia. Além de equipamentos para ressonância magnética, ultrasonografia, mamografia, colonoscopia, endoscopia, aceleradores lineares, tomografias e salas cirúrgicas para procedimentos guiados por vídeo.

Para oferecer aos seus pacientes equipamentos modernos com tecnologia de ponta, o hospital passa por um constante processo de modernização e atualização, através de recursos captados por meio de parcerias e programas governamentais.

O Hospital Luxemburgo está certificado pela ONA - Organização Nacional de Acreditação - reconhecida formalmente pelo Ministério da Saúde

Acreditação Plena:
É para instituições que, além de atender aos critérios de segurança, apresenta gestão integrada, com processos ocorrendo de maneira fluida e plena comunicação entre as atividades.

RADIOTERAPIA

Tratamento no qual se utilizam radiações para destruir um tumor ou impedir que suas células aumentem. Estas radiações não são vistas, e durante a aplicação o paciente não sente nada. A radioterapia pode ser usada em combinação com a quimioterapia ou outros recursos no tratamento dos tumores.

Referência em Oncologia

Inaugurado em 1986 o Hospital Luxemburgo é considerado referência no tratamento oncológico em Minas Gerais por fazer parte do Instituto Mário Penna com mais de 45 anos de história no combate ao câncer. É uma das três instituições de saúde do estado classificadas pelo Ministério da Saúde como Centro de Assistência de Alta Complexidade em Oncologia (CACON).

Contando com a expertise em diagnóstico precoce do câncer e serviços de qualidade, , com um corpo clínico experiente, em 2016 realizou mais de 290 mil sessões de quimioterapia, além de 18 mil sessões de radioterapia.

O investimento em novas tecnologias e equipamentos de ponta aprimoram os diagnósticos e tratamentos, propiciando aos seus pacientes maior probabilidade de cura.

O Núcleo de Ensino e Pesquisa, unidade integrante do Instituto Mário Penna, assim como o Hospital Luxemburgo, realiza pesquisas direcionadas para a descobertas de mecanismos causadores do câncer, além de novos sinalizadores para identificação, tratamento e diagnóstico de células cancerígenas. O Núcleo tem em sua equipe multidisciplinar, médicos integrantes do corpo clínico do Hospital Luxemburgo.

Últimas publicações
  • Autor:HN, Melo AC, Salomão LC, Serufo JC

    Título: PROCALCITONIN-GUIDED PROTOCOL IS NOT USEFUL TO MANAGE ANTIBIOTIC THERAPY IN FEBRILE NEUTROPENIA: A RANDOMIZED CONTROLLED TRIAL

  • Autor:Coelho FF, Guimarães FL, Cabral WL, Salles PG, Mateo EC, Nogueira e Nogueira LM, Fonseca CE, Gomes KB

    Título: EXPRESSION OF PCA3 AND PSA GENES AS A BIOMARKER FOR DIFFERENTIAL DIAGNOSIS OF NODULAR HYPERPLASIA AND PROSTATE CANCER

  • Autor:Barroso TVV, Sales PGO, Petroianu A (2015)

    Título: ASSESMENT OF THE VASOACTIVE INTESTINAL POLYPEPTIDE (VIP) IN MORPHOLOGICALLY NORMAL APPENDICES REMOVED FROM PATIENTS WITH CLINICAL DIAGNOSIS OF ACUTE APPENDICITIS

Ajude o Instituto
Mário Penna

Sua doação pode fazer toda a diferença.

SAIBA MAIS